criatividade

Criatividade: Como estimular o potencial criativo

Saiba como estimular a criatividade neste post. A criatividade se tornou uma das competências mais valorizadas pelas empresas, atualmente.

Dessa forma, podemos afirmar que quando as organizações procuram por profissionais criativos. Ou seja, estão em busca por soluções para seus problemas ou uma nova oportunidade.

Mas, é verdade que as vezes nos falta criatividade, não é mesmo?

Por isso, neste post, selecionamos algumas dicas para desenvolver e estimular sua criatividade.

Boa leitura!

Afinal, o que é criatividade?

A criatividade pode ser descrita como a capacidade de um indivíduo imaginar, criar, produzir ou inventar conceitos e coisas inéditas.

Além disso, significa o ato de transformar ideias novas e originais em realidade. Portanto, a capacidade de ser criativo está associada à habilidade de estabelecer padrões e encontrar soluções.

Isso retifica o que a neurociência afirma, ou seja, a criatividade é resultado combinação “criativa” das atividades já registradas em partes do cérebro.

Essa habilidade tem dois processos: pensamento e produção. Portanto, se você tem ideias, mas não as põe em prática, você é apenas imaginativo e não criativo.

Quais são os tipos de criatividade?

1. Criatividade deliberada e cognitiva

Surge a partir de um processo de estudos e requer certo foco da pessoa para manifestá-la.

Portanto, esta criatividade consiste em reunir o máximo possível de informações existentes e assim desenvolver novos conceitos.

2. Criatividade deliberada e emocional

Esse tipo de criatividade é um processo mais subjetivo, ou seja, desperta-se através de fatos, memórias ou reflexões. Portanto, depende de menos análises e racionalizações.

O ambiente em que convivemos pode ser um grande estímulo, por exemplo, o local de trabalho, família, amigos, ou até mesmo uma música, filme, um passeio ao ar livre ou exercícios físicos.

3. Criatividade espontânea e cognitiva

É comum ser retratada em descobertas científicas e histórias de sucesso que surgem através de “insight”.

4. Criatividade espontânea e emocional

Esse tipo de criatividade não costuma acontecer quando trabalhamos com prazos ou sob pressão.

Portanto, o que acontece é que mesmo que não estejamos nos dedicando com afinco ao desenvolvimento de um projeto, recebemos e assimilamos estímulos continuamente a partir de nossas experiências.

Essa criatividade é comum em ser despertada em compositores, músicos e artistas em geral.

5. Criatividade coletiva

A verdade é que não somos seres isolados, estamos em constante troca com outras pessoas. Por exemplo, dentro do contexto empresarial, trabalhamos com dinâmicas em grupos que nos estimulam a ter ideias novas.

O brainstorming, por exemplo, consiste em reunir ideias e opiniões, e se feita por um único indivíduo pode ser limitada às próprias influências pessoais, preconceitos e fronteiras do próprio intelecto.

Esse princípio de criação compartilhado é defendido por muitos especialistas e afirmam que as melhores ideias geralmente surgem da junção de palpites de diferentes pessoas.

Portanto, agora que você conhece os tipos de criatividade, será mais fácil identificar qual pode aflorar e estimular.

Como estimular a criatividade?

1. Deixe a mente aberta

Conviva com pessoas de áreas de atuação diferentes da sua e que pensam diferente de você pode ajudá-lo a ter ideias inovadoras.

Portanto, diversifique seu grupo de amigos e busque estar em constante contato com assuntos diferentes.

2. Identifique o problema

Se a solução para algum problema não aparece, você pode estar tentando responder a pergunta errada.

Por isso, questione-se. Pensar em coisas novas exige fazer novas perguntas. Além disso, enxergar o problema de uma perspectiva diferente.

3. Valorize suas ideias

Não tenha medo das opiniões. Portanto, confie na sua intuição e valorize cada ideia nova.

4. Combine ideias antigas

As melhores ideias vêm de onde menos esperamos, para isso, tenha referências já publicadas. Por exemplo, escolha duas ideais diferentes e tente uni-las.

5. Busque experiências diferentes e inovadoras

A criatividade é uma habilidade que requer constante desenvolvimento, ou seja, precisa de manutenção. Para isso, você pode fazer tarefas que estão fora da sua rotina. Por exemplo:

  • Assistir uma peça de teatro;
  • Fazer amizades novas;
  • Passear na praça;
  • Pegar uma rota de ônibus diferente.
6. Leia bastante

Busque sempre ampliar seu conhecimento, portanto a leitura é uma ótima atividade.

Seja livros técnicos ou de ficção, jornais ou revistas, você pode sempre aprender algo novo e assim estimular sua criatividade.

7. Tome nota dos seus insights

A qualquer momento podemos ter novos insights e ideias e estímulos exteriores podem nos atrapalhar, por isso anotar é uma tarefa essencial para contribuir com sua criatividade.

Gostou das dicas? Conta aqui nos comentários, o que você faz para estimular sua criatividade?

Quer estruturar um posicionamento de marketing comercial para gerar mais oportunidades para seu negócio?
Entre em contato com a Agência Torque Digital

Join our Newsletter

Join a thousand professionals and become a better social media marketer. Get social media resources and tips in your inbox.

John Doe
John Doe

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit dolor