Automação de Marketing: Saiba como implementar para gerar mais resultados

Automação de Email Marketing é o uso de tecnologia para automatizar ações e processos de envio de emails, reduzindo os trabalhos manuais para aumentar a eficiência na comunicação com seus contatos. A automação é a principal ferramenta para nutrir e avançar os Leads na jornada até o momento da compra.

O Email Marketing já foi dado como uma ferramenta ultrapassada para estratégias de marketing. Entretanto, a verdade é que essa fama ruim é resultado do mau uso desse mecanismo como forma de se conectar com Leads e prospects.

Para muitas empresas esse canal continua sendo eficiente, principalmente quando trabalhamos com a automação de Email Marketing.

Se você ainda não aprendeu ou não colocou esse conhecimento em prática, está no lugar certo.

Portanto, neste artigo, vamos te mostrar quais os passos que precisa seguir para implementar as ações automatizadas.

Boa leitura!

Quando utilizar Automação de Email Marketing?

Automação de Email Marketing é o conjunto de interações que ocorrem entre a empresa e o Lead/cliente de forma automatizada.

O objetivo é se relacionar com esse Lead/cliente de acordo com as conversões feitas por ele no seu site, redes sociais ou Email Marketing.

Conforme as ações vão sendo feitas pela pessoa, espera-se que sejam criadas comunicações automatizadas, porém personalizadas de acordo com o caminho tomado.

Dessa forma, criar automações de maneira estratégica pode ser muito importante para a otimização do trabalho da empresa, tanto para a equipe de Marketing quanto para Vendas.

Vantagens da Automação de Email Marketing

Com um fluxo de Automação de Marketing, é possível tornar diversos processos automáticos e adotar novos que seriam impossíveis de serem feitos pelos disparos de Email Marketing, por exemplo:

Incentivo de compra após abandono de carrinho.

É possível que você envie automaticamente algum estímulo. Por exemplo, um cupom de desconto, para aqueles usuários que por algum motivo não finalizaram a compra no seu site.

Colher informações sobre seus clientes e feedbacks dos produtos.

Você pode criar um fluxo que seja ativado alguns dias após a ação de uma compra.

Ou seja, você consegue enviar pesquisas de satisfação ou pedidos de avaliação sobre algum produto comprado ou serviço contratado.

Reconhecimento de problema ou de produto.

Você pode contar uma história ao longo de diversos emails, que mostrarão como o seu produto pode auxiliar o Lead no dia a dia.

Por exemplo: se identificar que seu cliente está buscando sobre emails, vamos abordá-lo sobre a feature de Automação de Marketing e disparo de emails da sua ferramenta.

Passagem de contatos para Vendas e nutrição de Leads lost.

Em um fluxo de Automação de Marketing, você consegue identificar cada ação dos seus contatos e classificá-los com base nelas.

Portanto, se o seu contato converter em um material importante para a sua empresa, você pode marcá-lo como uma oportunidade e levar para seu time de Vendas.

Entretanto, se por algum motivo esse contato ainda não estiver pronto para fechar negócio, ele pode se tornar em uma oportunidade perdida e movida para um novo fluxo que tentará recuperá-lo através de conteúdos pensados para esse momento da jornada.

E muito mais! Essas são apenas alguns cenários.

Ou seja, você pode criar vários fluxos para a sua empresa e fazer com que eles conversem entre si, avançando seus contatos em uma experiência personalizada por interesses.

Como implementar uma automação de Email Marketing ideal para sua empresa em 3 passos

Como fazer com que o seu usuário compre o meu produto com uma sequência automatizada de emails? Você já teve essa dúvida?

O principal momento em que as empresas buscam essa solução é o seguinte: elas já executam vendas online, mas querem escalar seus resultados e reduzir o seu custo de aquisição.

Ou seja, trazer mais clientes, pagando menos e de maneira produtiva.

Portanto, para chegar nesse resultado esperado e na melhoria das suas estratégias, confira e aplique as 3 etapas sequenciais a seguir:

1. Planejamento

Para que você consiga definir o problema que seu usuário tem, a parte principal em estruturar a automação de Email Marketing é o planejamento.

Portanto, por meio dele, você poderá evitar diversos erros de comunicação e de oferta.

2. Boas práticas e execução

Se você seguiu os passos da etapa anterior, agora terá uma visão específica de como deve se posicionar para o seu usuário.

Entretanto, para que possa executar tudo o que trouxe até aqui com maestria, por exemplo, temos uma boas práticas para executar seus emails:

a) Qual o melhor tipo de email de nutrição?
b) Quantidade de palavras por email
c) Quantos emails devo enviar para o usuário?
d) Quantidade de materiais ou produtos ofertados por email
e) Quando devo ofertar o produto?
f) Como devo escrever meus emails?

3. Mensuração e melhoria

Após entender seu discurso e os problemas que os usuários desejam resolver. Dessa forma, esse é o momento de medir se o que você está executando está obtendo resultados.

Portanto, para começar, vamos entender o que você deve medir na sua automação de Email Marketing:

a) Como medir e o que medir?

As principais métricas que você deve medir são, por exemplo:

  1. Taxa de crescimento da sua lista de emails;
  2. Quantidade de emails entregues;
  3. Taxa de Abertura;
  4. Taxa de Cliques;
  5. Eficiência

Quer estruturar um marketing comercial para gerar mais oportunidades para seu negócio?
Portanto, entre em contato com a Agência Torque Digital

Join our Newsletter

Join a thousand professionals and become a better social media marketer. Get social media resources and tips in your inbox.

John Doe
John Doe

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipiscing elit dolor